Please reload

Artigos Recentes

Amizades na vida dos expatriados

29/10/2019

1/6
Please reload

Artigos em Destaque

O paradigma do “OU” - Coaching de Saúde e Equilíbrio

11/02/2015

 

Quantas vezes na vida colocamos as nossas decisões na base do ”ou isto ou aquilo”?: "Ou eu faço mestrado ou eu trabalho para crescer na carreira"; "ou faço a aula de inglês ou eu vou aos EUA"; "ou eu tenho filhos e cuido deles ou trabalho"? Certamente há situações que temos que priorizar, muitas vezes por questões de tempo, orçamento, e por aí vai. Mas o quanto o nosso mapa mental já nos coloca na alternativa automática do “ou”, sem sequer haver a reflexão se uma escolha realmente exclui a outra?

 

Vejo isso acontecer muito com o tema de saúde e equilíbrio. É comum ouvir de colegas, coachees, familiares: “mas eu não consigo fazer exercício! Ou faço exercício ou fico com meus filhos à noite”. Outra situação: “ Não consigo me alimentar bem durante a semana: ou vou ao restaurante saudável ou chego na hora para as reuniões”. Ou ainda:  “Meditar pela manhã? Nem pensar! Ou medito ou descanso direito”.

 

A questão é: se ficarmos com o “OU” para as decisões relacionadas à saúde e equilíbrio, na maioria dos casos que vi, a nossa prioridade vai para todas as cobranças e deveres externos e quase nunca para a real necessidade de cuidarmos da nossa saúde. 

 

Nestes casos, mudar o paradigma do “OU” para o “E” é essencial. Sim, cuidar do exercício físico e dos filhos; sim, trabalhar e se alimentar bem; sim, meditar e descansar, e tantos outros “Es”. Inclusive há grandes chances de você melhorar a qualidade de outras áreas da sua vida ao dar atenção ao seu equilíbrio e a sua saúde.

 

Quero ser um bom pai e também cuidar da saúde física? Quero me alimentar bem e ser uma executiva de sucesso? Quero dormir oito horas e meditar pela manhã?

 

O "como conciliar" é o real desafio. Mas para começar, mudar o mapa mental e romper a barreira do “OU” é fundamental. Ampliar as possibilidades e imaginar que é possível realizar os dois. Como seria o seu dia? O que faria de diferente do que faz hoje? 

 

Partindo do princípio que é possível ter o “um E outro” : quais outros horários em que poderia fazer exercício? Poderia fazer com os seus filhos? Poderia ir aos lugares caminhando? De bicicleta?  Subir escadas? Quais outras formas de se alimentar bem? Poderia levar a sua refeição? Há alguma opção de entrega de comida saudável? Ou existe alguma possibilidade de negociar horários no trabalho? E se meditar ajudar na questão de descansar direito? E se tentar dormir mais cedo por uma semana?

 

É possível fazer escolhas que nos levem para uma estrada de maior equilíbrio, se mudarmos de hábitos e tivermos perseverança e vontade.  Mas primeiro é preciso desafiar o “OU” e se abrir para a possibilidade de que é possível integrar praticas básicas e impactantes de saúde e equilíbrio nas nossas vidas na atualidade. 

 

Qual o “OU” da sua vida que você deseja trocar para o “E”?  O que pode começar a fazer diferente amanhã?

 

Mãos à obra! 

 

Janaina Weiss

Please reload

Procure por Tags